MAIS LIDO

sábado, 30 de Agosto de 2014

Hospital Distrital de Catandica convida moradores para participarem na doação de sangue em Báruè

Por ocasião do dia nacional de dadores de sangue comemorado nesta Sexta-feira (29) na Vila de Catandica, distrito de Báruè na província de Manica, o hospital distrital de Catandica convidou a todos moradores para participar massivamente na doação deste precioso líquido de modo a salvar vidas humanas no distrito.

De acordo com os depoimentos da porta-voz do Hospital Distrital de Catandica, Sheila Chuquela o hospital regista -se uma fraca participação de dadores de sangue e este liquido não é suficiente naquele estabelecimento sanitário do distrito.

Perguntado sobre os motivos de fraca participação disse que muitas pessoas tem medo do vírus visto que neste processo de doação de sangue há testagens do HIV/SIDA e outros tem receio de ter algum problema após a doar o sangue.

A nossa fonte, esclareceu ainda que doar sangue não faz mal a saúde de ninguém e apelou a todos para apoiar os doentes que necessitam deste líquido.

De acordo com o delegado distrital de associação de dadores de sangue em Báruè, Albano Cufu o sangue é mais importante para a nossa vida e definiu que  dador é  um herói na nossa sociedade.

Albano disse ainda que a sua associação, está enfrentar vários problemas desde 2013 de falta de parceiros, condições básicas, falta de incentivos entre outros.

Também os dadores presentes no desfile por ocasião da data testemunharam que há esforço neste tipo de apoio só que não há motivação por parte do serviço distrital de saúde em Báruè.
Por sua vez  Sheila Chuquela reconheceu que há falta de incentivos para motivar os voluntários dadores e justificou que tudo isto é devido a falta de fundos para este tipo de iniciativas.

De salientar que no distrito de Báruè existe mais de 700 dadores de sangue e nas comemorações do dia 29 de Agosto participaram apenas mais 15 dadores.

Dirigentes usam dinheiro do erário público para financiar campanha eleitoral do partido Frelimo em Báruè

No total são 67 mil de meticais desviados pelo Joaquim Zefanias, administrador distrital e Fernando Taio Conde Secretario Permanente ambos assinantes da conta bancária do governo do distrito de Báruè na província de Manica na região centro do país.
Trata – se de um montante, receita própria proveniente do impostos que foi usado para custear as despesas de “casa grande ou casa vermelha” código usado para referir o partido Frelimo no âmbito as eleições gerais de 2014.
 De acordo com o documento no nosso poder o valor gasto saiu através dos cheques números 1550519, 1550500 e 1550489 do banco BIM datada 29 de Agosto de 2014 assinado por dirigentes acima referidos. De facto, as despesas pagas pelos cheques já mencionados visa custearem as seguintes despesas: Cheque NO 1550489 no valor de 8.198,23Mt para o pagamento  de  tele-fax do comité Distrital do partido Frelimo em Báruè, Cheque NO 1550519  no valor de 31.046,77 Mt para compra de 3 cabeças de bois para os dois dirigentes  em nome da oferta ao chefe do estado e cheque NO 1550500  no valor de 27.755,00Mt para compra de 700 litros de combustível para abastecer as viaturas  em campanha eleitoral.
De salientar que no dia 17 de Agosto de 2014, a comissão nacional de eleições (CNE) aprovou o valor de 7.7 milhões de meticais entre outros valores para o financiamento da campanha eleitoral de cada um dos 3 candidatos as eleições presidências e os respectivos partidos políticos mas tudo indica que para estes dois dirigentes ( Zefanias e Conde) este valor é insignificante.

Recorde – se que na ultima quinta-feira a magistrada do ministério publico afecta na procuradoria do distrito de Báruè, Manuela Singano lançou um forte apelo aos partidos políticos e aos membros do governo distrital sobre o perigo e as consequências de uso ilegal dos bens e materiais públicos para financiar as despesas dos partidos políticos. A população de Báruè espera que a justiça seja feita.

Magistrada do ministério publico apela contra violência durante e após processo eleitoral em Báruè

Por: John Chekwa

No âmbito de eleições gerais deste ano, a magistrada do ministério público afecta na procuradoria distrital, Manuela Singano apela aos partidos políticos e os seus apoiantes no distrito de Báruè na província de Manica para que não haja abusos e violação da lei eleitoral.

Por sua vez os representantes dos 3 partidos políticos concorrentes em Barue nomeadamente FRELIMO, MDM E a REANAMO prometem não violar os códigos esclarecidos pela magistrada do ministério público residente no distrito.

Dra Manuela Singano em entrevista na Radio Catandica

quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Beira acolhe capacitação dos jornalistas das rádios comunitárias da região centro do país

Beira acolhe capacitação dos jornalistas das rádios comunitárias da região centro do país
A cidade da beira, província de Sofala acolhe de 22 à 23 de Agosto corrente, a formação de jornalistas das rádios comunitárias da zona centro do país nomeadamente rádios comunitárias Gesom, Macequece e Catandica em Manica, Águia e Pax na província de sofala.
Segundo agenda do encontro recebido na nossa redacção, trata se de um evento organizado pelo Fórum Nacional das Rádios Comunitárias de Moçambique (FORCOM) em parceria com a união Europeia e que tem por objectivo munir os participantes de conhecimentos básicos em matéria de advocacia e monitoria da governação, participação política e processos eleitorais.
Durante dois dias os jornalistas vão abordar temas tais como, a lei da imprensa, o desafio, oportunidades e o papel das rádios comunitárias, código de conduta para além missão dos membros das mesas de assembleia de voto e Policia República de Moçambique.

Note que esta formação enquadra se no âmbito do projecto aumentando consciência politica e ampliando as vozes dos cidadãos nos processos eleitorais e democráticos financiado pela União Europeia.

Mãe do bebe que caiu numa latrina fala com os ouvintes na Radio Comunitaria Catandica em Báruè


Mãe do bebe no estúdio da Radio Comunitária Catandica
A mãe do bebe que caiu numa latrina na manha desta Terça-feira (20) aceitou o convite da Rádio Comunitária Catandica para esclarecer aos ouvintes em direito sobre este assunto. De acordo com a Brenda a mãe do bebe, deixou as crianças com uma amiga e nega que sai de casa bastante cedo para serviço e regressar a noite. Brenda confessou que era antes de informar a sua filha mais velha onde trabalha porque ainda não fez um mês naquela empresa local. Por sua vez os ouvintes apelaram - lhe para cuidar dos seus filhos

terça-feira, 19 de Agosto de 2014

Vizinho salva vida de um bebe que caiu na latrina na ausência dos pais em Catandica

O cidadão de nome  Rafela António Mandiquisse residente no Bairro 7 de Abril na zona de Piscina no município de Catandica, no ditrito de Barue na província de Manica salvou  na manha desta tercafeira  (19) a vida de um bebe , menor de um ano de idade que caiu na latrina na ausência dos pais.
     De acordo com Mandiq chegou a irmã mais velha da vítima, também um menor de 8 anos de idade pedindo socorro. Por sua vez Mandiquisse também solicitou aos outros vizinhos daquele bairro para socorrer o bebe.
     Segundo a irmã mais velha por sinal chefe da família a sua mãe amanhece todos os dias da casa para serviço muito cedo e volta nas noites. A menina acrescentou que não sabe onde a sua mãe trabalha.
    Por sua vez a Rádio Comunitária Catandica levou aquele bebe junto com o cidadão Mandiquisse para Hospital Distrital de Catandica onde  o menor foi atendida.
     Felizmente o Director clínico daquele hospital, Jampulo Mariza disse  a nossa reportagem que a criança está  fora de perigo.
    Finalmente o medico Mariza deixou apelo aos pais para sempre não deixar as crianças sozinhas. O medico avançou ainda que no caso de acontecer este tipo de acidente os responsáveis devem encaminhar  o mais cedo possível as vitimas aos centros de saúde mais próximo.

Ainda num espaço público da Rádio Catandica os ouvintes pedem esta estacão comunitária  para trazer a mãe da criança nos estúdios para explicar sozinha em direito como é  que foi. 

segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

Delegado da rádio insta profissionais para ouvir as partes antes da divulgação da notícia em Báruè

Por:  Pita Quembo

O delegado da Rádio Comunitária Catandica, John Chekwa, insta os profissionais desta estação emissora, para não divulgar as informações antes de ouvir as todas partes de modo a trazer uma notícia fundamental.   

John Chekwa, afirmou que o governo é grande parceiro da rádio e o povo que tem mais poder.

Chekwa, falava destas palavras na tarde da última sexta Feira (15) durante um almoço de confraternização com os estudantes do instituto politécnico Armando Guebuza, que estão no estágio nesta estação comunitária.  
  
Por seu turno, os estudantes agradeceram o gesto da direcção da Rádio Comunitária Catandica de organizar um brinde como forma de recebe-los.


De salientar que a rádio comunitária Catandica, recebeu 4 estudantes finalistas do Instituto Politécnico Armando Guebuza, que estão a frequentarem o curso de ciência de comunicação e estagiar nesta estação durante 60 dias ou seja 2 meses.