sábado, 5 de março de 2016

PRM lamenta a falta de colaboração dos cidadãos na neutralização dos homens aramados da RENAMO em Manica

Por: JOHN CHEKWA
Armando Canhenze - Comandante Provincial da PRM em Manica
O comandante Provincial de PRM em Manica, Armando Canhenze, lamenta que a população em geral não está colaborar com sua corporação de modo a neutralizar os homens aramados da RENAMO na província.

Canhenze pronunciou estas palavras a Radio Comunitária Catandica neste Sábado (5) após de um ataque do autocarro de Nagi Investimentos na zona de Meque na localidade de Báruè na província de Manica que resultou em 1 morto do motorista e 9 feridos dos passageiros  


Tensão política militar resulta em 1 Morto e 9 feridos neste Sábado (5) em Báruè

Segundo o comandante provincial da Polícia da República de Moçambique em Manica, Armando Canhenze homens armados supostamente da RENAMO atacaram na manha deste sábado (05), o transporte de passageiros na zona de Meque localidade de Honde posto administrativo de Chuala, distrito de Báruè, província de Manica causando o baleamento mortal do motorista e 9 feridos dentre graves e ligeiros.

A nossa reportagem ouviu alguns feridos no hospital distrital de Catandica e estes confirmam que foram surpreendidos pelos disparos que vinham do mato nas montanhas da zona de Meque que dista menos de 20 km de Catandica sede do distrito.
Segundo as vítimas passageiras do transporte NAGI Investimentos que na altura fazia o trajecto Chimoio – Tete tudo isto aconteceu na estrada nacional número 7 por volta das 9:00h


Comandante provincial da polícia da República de Moçambique em Manica sublinha que esta é uma guerrilha da RENAMO composto por 3 a 4homens armados que já abandonaram o local.
Canhenze disse ainda que a circulação de pessoas e bens continua normalmente, a sua equipa esta no terreno e apela a população para ser vigilante e contribuir na denúncia deste tipo de casos.
Refira - se no entanto que este é o terceiro ataque sendo a troca de tiros entre as forças governamentais e homens da Renamo na mesma localidade no distrito de Barue totalizando 13 feridos e 1 morto.

John Chekwa e Pedro Francisco 

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Vagari wemuBarue vanokumbira runyararo kana kuti mutendere munyika


Vagari we mudistrict reBarue muManica Provinzi kuMozambique wamacha nemusi uno we Mugoera (27) mumwedzi uno waKukadzi gore ra 2016, wachikumbira runyararo munyika. Izvi zvinoitika mushure mekuridzirana pfuti uko kuri kuitika mudistrict iri nemunyika zvichikonzerwa neweRenamo ne masodja ehurumende

Centenas dos cidadãos pedem paz em Báruè


Por: JOHN CHEKWA
27 de Fevereiro 2016
Os residentes do distrito de Báruè na província de Manica, região centro do país onde regista –se ameaças de guerra através de troca de tiros entre as forças governamentais e homens da Renamo ocorrido  2 vezes neste Fevereiro na localidade de Honde, posto administrativo de Catandica sem mortes mais com impactos negativos no distrito, marcharam pela paz neste Sábado (27) no município de Catandica.


Trata-se de uma marcha pacifica que percorreu as ruas e avenidas de Catandica composto por mulheres, homens , alunos religiosos, jovens, lideres comunitários, membros do governo e representantes do partidos políticos com uma mensegem unica " Não queremos a guerra".


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Agente da PRM chamboqueado e algemado pelo segurança no Banco em Catandica

Por: John Chekwa

Um agente da policia da Republica de Moçambique cujo nome não foi revelado pelas fontes, foi chamboqueado na tarde desta sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016, no banco Millennium BIM no município de Catandica, distrito de Báruè, província de Manica na região centro do país pelo segurança da empresa G4S que estava em serviço, acusados de abusos de poder e desmandos nas filas de ATM.

De acordo com depoimentos dos clientes, testemunhas oculares, aquele agente policial que estava em paisana e em estado de embriagues queria levantar dinheiro nas máquinas de ATM local e quando o segurança em serviço deu a prioridade uma senhora grávida, o agente zangou e dai começou a luta com aquele segurança.

Depois de alguns minutos o agente da PRM em causa foi socorrido pelos seus colegas que também estavam em paisana. Os mesmos tentaram sem sucesso buscar aquele segurança em serviço para o comando distrital de Báruè.

Por sua vez, o representante da empresa G4S em Báruè deslocou –se  para o comando da PRM para informar o Comandante Distrital sobre o assunto, infelizmente o mesmo  foi impedido para o efeito na secretaria daquele comando.


Agente da PRM chamboqueado e algemado pelo segurança no Banco em Catandica

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Ciclo de conversas com os cidadãos nas zonas de tiroteios em Nhamatema


Os cidadãos vivendo em zona de conflito armado na localidade de Honde, Báruè na região Centro do país dizem nesta quarta-feira(23) a Fundação MASC que a tensão política está trazer impactos negativos naquela localidade.

Neste contexto os cidadão apelam o Governo de Moçambique e o líder da Renamo para   paralisar  o mais cedo possível esta guerra entre os irmãos.